Blog


10/09/2020 - Consciência Sistêmica

4 fases para a Constelação Sistêmica

Por: Dr Fernando de Freitas


Saiba as 4 fases para a Constelação Sistêmica:

 

1 - A primeira fase é a investigação diagnóstica, é a relação do cliente com o constelador e ali se inicia uma investigação diagnóstica, após isso vem a segunda fase do processo.

 

2 – A segunda fase é a pesquisa da dinâmica sistêmica, é onde escolhemos os elementos, montamos a constelação e começamos a investigar sistemicamente o que está acontecendo com esse cliente e no subsistema e sistemas que ele pertence.

 

3 - A terceira fase é de identificação do problema sistêmico, descobrir o motivo de todas as queixas do cliente. Por exemplo, o cliente apresenta suas queixas, e aí damos início a investigação de como são essas queixas e onde elas estão conectadas, para depois descobrir e identificar a origem do verdadeiro problema, a origem do problema sistêmico.

 

4 - A quarta fase é a fase da solução sistêmica.

 

Essas etapas são como o tratamento médico. Por exemplo, você vai ao médico ele faz um diagnóstico, ele examina e começa a investigar e pedir exames, até descobrir qual é o problema, e aí inícia o tratamento.

 

Não deixe seu paciente no “ar” falando assim, “a sua alma já viu que tinha que ver”. Não faça isso, pois não dará resultado, porque quando a pessoa não está com uma dinâmica sistêmica, não está no nível de ampliação, ele fica mais perdido do que encontrado, ele não se encontra, e acaba ficando com a cabeça a mil, e ele não consegue “enxergar” nada.

Atente-se e pratique. Siga este roteiro.